Brises de madeira protegem a fachada, composta pelas janelas dos apartamentos. O conjunto é interrompido pela circulação vertical envidraçada.

Edifício Parque São Jorge

Projeto de edifício de uso misto a ser construído no Bairro Parque São Jorge em São Paulo.

A construção foi dividida em 2 fases, sendo a caixa de escada o divisor do projeto. Ela recebeu pele de vidro desde o térreo até a última laje, destacando a circulação vertical (além das escadas, ali também se encontra o acesso aos apartamentos – no térreo, e o elevador).

Ao lado esquerdo da caixa de escada está a primeira fase do projeto, constituído por uma loja no térreo mais três andares com 2 unidades habitacionais cada. Ao lado direito estão localizados o restaurante (também no térreo) e doze unidades habitacionais distribuídas em três andares (quatro por andar).

A construção será em fases para que as atividades atuais não sejam prejudicadas. Para possibilitar o faseamento, optamos por construir o edifício em estrutura metálica.

Os apartamentos possuem um único acesso às janelas, localizadas na fachada, não há janelas laterais nas unidades. Por este motivo, suas plantas são completamente integradas, havendo divisões internas somente nos banheiros.

Para proteger a fachada, toda de vidro, instalamos uma série de brises com abertura do tipo camarão, permitindo assim acesso a máximo à iluminação natural.

O recuo da edificação serve para atender aos índices necessários na Prefeitura quanto à taxa de ocupação, coeficiente de aproveitamento e taxa de permeabilidade. No entanto, ele também auxiliou a criar um ambiente interessante de mesas externas no restaurante, além de permitir a elaboração de uma entrada qualificada para a parte residencial do edifício.

A construção deve iniciar até o fim de 2018.

Área do Terreno – 260,00m²
Tipologia – Uso Misto (Residencial e Comercial)
Área Projetada – 856,00m²
Área Projetada Apartamentos – 25,67m² e 31,58m²
18 apartamentos
Restaurante e Lavanderia no Térreo

Acesso Apartamentos

O acesso vertical aos apartamentos interrompe os brises de madeira. Este volume é envidraçado e garante luz natural à circulação.

Fachada Frontal

Brises de madeira entre vigas metálicas marcam a fachada

Brises de Madeira

A abertura dos brises, do tipo camarão, permitem abertura total das janelas.

Os dezoito apartamentos são distribuídos em três andares idênticos. Suas tipologias variam de 25 a 31m². A circulação vertical foi projetada entre as unidades para gerar um melhor aproveitamento das áreas comuns/áreas computáveis.